Hotel Agrinho Suites & Spa Gerês Logo

Benefícios da água das Termas do Gerês

2019/09/01

Com referências históricas que remontam à época dos Romanos, conforme atestam moedas encontradas em escavações junto às nascentes termais, é no reinado de D. João V que se constroem os primeiros edifícios para banhos, constituídos por tanques de granito abrigados em guaridas em pedra (Os Poços).

Em 1888 esta estancia é visitada por suas majestades D. Luiz I e D. Maria Pia, D. Carlos I, então Príncipe real e sua esposa D. Maria Amélia, mas só em 1897 é iniciada a construção do primeiro estabelecimento Termal do Gerês.

Em consequência da publicação, pelo Dr. Ricardo Jorge, de diversos livros acerca da eficácia das Águas do Gerês no domínio da cura de doenças do fígado, Vesícula Biliar, Hipertensão Arterial, Diabetes e Gota, Reumatismos Crónicos e a Obesidade, as propriedades excecionais destas águas foram largamente divulgadas.

A água da Fonte da Bica, com um pH elevado, marcadamente alcalino de (9.1), fracamente mineralizada, de composição iónica tiossulfatada e bicarbonatada sódica, é hipertermal, uma vez que emerge a uma temperatura superior a 40ºC (47ºC).

O tratamento é recomendado por um período mínimo ode 14 dias. A toma de água faz-se em pequenas quantidades, em geral 3 a 4 vezes por dia, segundo a recomendação do médico termal, através de duas consultas, uma antes do início dos tratamentos e outra no final do período termal.